Medicina Laboratorial Sangue

 

Laboratório de Agentes Transmissíveis

O Laboratório de Agentes Transmissíveis dedica-se ao rastreio de dadores de sangue e dadores de órgãos (Laboratório de Serologia Vírica e Laboratório de Rastreio Genómico Viral), e os restantes, dedicados a todo o serviço requisitado pelo exterior e estudos confirmatórios pertencentes a dadores/doentes (Laboratório de Biologia Molecular, Laboratório de testes confirmatórios).

Os laboratórios efetuam serviço urgente para a área da transplantação.

O Laboratório de Agentes Transmissíveis tem como objetivo contribuir para a segurança transfusional face aos diversos agentes infecciosos transmissíveis por via sanguínea. Para tal, realiza o rastreio analítico imuno serológico e de biologia molecular do vírus da Hepatite B, da Hepatite C, do HIV1/2, do HTLV bem como a pesquisa do agente da Sífilis (Treponema Pallidum).

Executa estes testes em todas as unidades de sangue colhidas pelos Centros de Sangue e da Transplantação, assim como às unidades colhidas por Serviços Hospitalares.

 

Laboratório de Imunohematologia

O Laboratório de Imunohematologia realiza o estudo analítico referente a dadores, e apoia os estudos pré-transfusionais oriundos dos Hospitais públicos e privados.

Realiza fenotipagem alargada a dadores de sangue com o objetivo de estabelecimento de painel de dadores com fenótipos raros, para respostas às solicitações para transfusão de doentes com diversas patologias, nomeadamente, doentes com imunizações eritrocitárias e hemoglobinopatias.

Fornece unidades de Concentrados Eritrocitários compatibilizadas para instituições sem Serviço de Medicina Transfusional e também como apoio para estes serviços.

Lista de testes:

  • Tipagem AB0 e Rh
  • Pesquisa de anticorpos irregulares, anti-eritrócito (meio antiglobulina humana)
  • Prova de compatibilidade (cross-match major) eritrocitária dador/recetor
  • Teste de antiglobulina humana direto (Coombs direto)
  • Identificação de anticorpos anti-eritrocitário (meio enzimático)
  • Identificação de anticorpos anti-eritrocitário (antiglobulina humana)
  • Estudo de cada antigénio eritrocitário (fora dos sistemas AB e Rh)

 

Laboratório de Criobiologia

(Banco de Sangue de Grupos Raros)

Iniciou-se em 1998 a fenotipagem alargada a dadores no sentido de criar um Painel e, posteriormente, criopreservar componentes eritrocitários de grupos sanguíneos raros e com défice de IgA.

O Centro de Sangue e da Transplantação do Porto, é o único laboratório do país a dispor de metodologias de criopreservação na área dos componentes eritrocitários e plasmáticos, disponibilizando estas unidades tanto a nível nacional como internacional.

 

 

Laboratório de Imunologia Plaquetária

O laboratório definiu como objetivos:

  • Construir um painel de dadores de plaquetas obtidas por aférese genotipados para sistemas polimórficos das plaquetas HPA (1, -2, -3, -4, -5 e -15) e para os sistemas polimórficos leucocitários HLA-A, -B, -C (Classe I);
  • Criação e gestão de um painel de dadores masculinos com défice de IgA de todos os grupos AB0;
  • Dar resposta em termos de diagnóstico a situações de suspeita de Trombocitopenia Fetal/Neonatal Aloimune, Refratariedade Plaquetária e Púrpura Transfusional, despiste de Trombocitopenias de origem imune, Trombocitopenia de etiologia desconhecida, Trombocitopenia induzida por fármacos, Trombocitopenia da grávida e Reação transfusional tipo TRALI;
  • Colabora com outros laboratórios tanto a nível nacional como internacional;
  • Interface e comunicação entre o CSTLisboa e os serviços hospitalares.

 

Lista de testes:

  • Pesquisa e identificação de auto e alo anticorpos anti-plaquetários.
  • Pesquisa de anticorpos induzidos por fármacos.
  • Titulação de anticorpos plaquetários
  • Fenotipagem plaquetária HPA1a
  • Genotipagem HPA1, 2, 3, 4, 5, 6w, 9w e 15
  • Crossmatch Plaquetário
  • Genotipagem HNA

 

Atividade Laboratorial de Referência

Tanto na área de agentes transmissíveis, como de imunohematologia e imunologia plaquetária, a medicina laboratorial dos Centros de Sangue e da Transplantação atua como referência sendo participante em múltiplos estudos.

A área de Referência do Laboratório de Imunohematologia dá apoio, a nível nacional, aos serviços hospitalares públicos e privados na resolução de estudos complexos, nomeadamente, de discrepâncias de grupagem AB0; discrepâncias de tipagens Rh (D e CE), discrepâncias  de tipagens noutros sistemas eritrocitários, identificação de anticorpos irregulares, estudo de anemias hemolíticas autoimunes, estudo de anemias hemolíticas a medicamentos.

Uma das missões é desenvolver o painel de amostras congeladas de glóbulos vermelhos com fenótipos raros, e de soros com anticorpos dirigidos contra antigénios de alta e baixa incidência para resolução dos estudos laboratoriais.

A área de biologia molecular de Imunohematologia, efetua genotipagens de antigénios clinicamente significativos dos vários sistemas eritrocitários em doentes politransfundidos e/ou com TAD positivo, e em doentes com hemoglobinopatias; implementações técnicas de PCR-SSP e sequenciação, para a caraterização e identificação de variantes do gene RHD; pesquisa de Hemoglobina S em dadores selecionados, por teste de solubilidade e PCR-SSP.

Tem atividades de consultadoria técnico científica.

Mantém colaboração com outros laboratórios, tanto a nível nacional como internacional, principalmente com o International Blood Group Reference Laboratory (UK), o Institut National de la Transfusion Sanguine (França) e o Blood Centre da Lung University Hospital (Suécia).

 

Laboratório de Controlo de Qualidade do Produto

  • Hemograma.
  • Determinação Leucócitos residuais no concentrado eritrocitário.
  • Determinação Hct, Hb no concentrado eritrocitário.
  • Determinação do grau de hemólise no concentrado eritrocitário.
  • Determinação do número de plaquetas no concentrado plaquetas.
  • Determinação de pH no concentrado plaquetas.
  • Determinação Glóbulos vermelhos residuais no plasma.
  • Determinação de Plaquetas residuais no plasma.
  • Determinação de Leucócitos residuais no plasma.
  • Determinação de Factor VIII no plasma.
  • Determinação de VWF no plasma.
  • Determinação de Fribrinogénio no plasma.
  • Determinação de Factor VIII no crioprecipitado.
  • Determinação de VWF no crioprecipitado.
  • Determinação de Fibrinogénio no crioprecipitado.
  • Screening microbiológico no concentrado de plaquetas e eritrocitário.
  • Split de concentrado de plaquetas.
  • Manipulação de hematócrito de concentrados eritrocitários.
  • Teste de resistência à pressão e à tensão de selagens e conexões estéreis.
  • Controlo de qualidade de hemoglobinómetros.

 

Laboratório Produção de Componentes

  • Processamento das unidades de sangue total pelo método buffy-coat
  • Processamento das unidades de sangue total pelo método PRP
  • Processamento de unidades para manipulação de hematócrito
  • Processamento de concentrados de plaquetas a partir de buffy-coat
  • Processamento de PFC de quarentena
  • Inativação/redução patogénica AMOTOSALENO/INTERCEP a pools de plaquetas e PFC's