O IPST agradece publicamente e demonstra o seu alto apreço, a Sua Exa. O Sr. Presidente da República e ao Sr. Dr. António Sales, Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, pelo seu apoio, na qualidade de Mensageiros da Dádiva, à promoção da Dádiva de Sangue, comprovando assim que este gesto humano e solidário é verdadeiramente uma causa de todos nós.

 

 

 

É com enorme gosto que me dirijo a todas as dadoras e dadores, nesta data tão especial, que celebra o vosso gesto solidário e contributo inestimável para o sistema nacional de saúde, através da Dádiva de Sangue.

Neste Dia Nacional de Dador de Sangue, o IPST realiza o muito merecido agradecimento público aos dadores de sangue, reconhecendo a sua importância perante todos, sendo que este ano este agradecimento estará presente em vários meios a nível nacional, nomeadamente em mupis e jornais, bem como nos meios oficiais do IPST.

Em 2021, a comemoração do Dia Nacional do Dador de Sangue, repete os impedimentos do ano passado. Porém, a nossa vontade de agradecer e reconhecer a importância dos dadores de sangue, não só mantém se intacta, como cresceu. A pandemia e o confinamento não demoveram aqueles que exercem este ato de cidadania e amor ao próximo; e muitos foram aqueles que nesta situação adversa efetuaram a sua primeira dádiva.

No âmbito destas comemorações, o IPST destacará os dadores anónimos e dedicados que efetuaram muitas dezenas de dádivas ao longo da vida; e também as figuras públicas que dão sangue e promovem a causa da dádiva de sangue, de forma voluntária e altruísta.

Neste sentido e pela primeira vez, o IPST formaliza a figura do Mensageiro da Dádiva. A estes rostos conhecidos de todos portugueses foi pedido que através de vários materiais promocionais do IPST, divulguem através dos seus meios oficiais e redes sociais, uma mensagem que promova a dádiva de sangue junto da comunidade. Esperamos que este conjunto de ações/esforços virtuais tenham um resultado muito positivo e real. A dádiva de sangue é uma causa de todos nós, graças a este gesto solidário, são salvas diariamente muitas vidas nos Hospitais portugueses.

Gostaria ainda de agradecer a todos os parceiros do IPST cuja colaboração mantém viva esta gigante plataforma de solidariedade: às Federações, Associações e Grupos de Dadores de Sangue; às empresas e demais Instituições públicas e privadas; aos profissionais de saúde; e ainda àqueles que a título individual promovem a Dádiva de Sangue.

A situação de pandemia mudou muitos aspetos da nossa vida quotidiana. Todavia, há coisas que não mudam: é necessário dar sangue para poder ajudar a salvar vidas e é preciso divulgar e destacar a importância da dádiva de sangue.

Maria Antónia Escoval

Presidente do Conselho Diretivo

Lisboa, 27 de março de 2021